À Porta

Quando estou à porta de casa, os dias que são para esquecer podem terminar na minha almofada. Se, depois de um dia que inflama a noite, ainda falta palmilhar o regresso o conforto do lar sente-se demasiado distante. A volta é um gancho irritante que se crava na carne.